Programa A Guerra Contra o Câncer do Hospital Dr. Hélio Angotti. Transmissão TV Câmara Uberaba


15/7/2017 - a 10/12 Eventos da Rede de Proteo Social











Artigos
Aqui, você tem disponibilizada uma lista com todas artigos já publicadas no nosso site.
Os artigos estão organizadas por data. Fique informado sobre o tratamento do câncer.


1/10/2017
Mamografia: fazer ou no fazer, eis a questo
Segundo tipo mais frequente no mundo, o cncer de mama (CM) o mais comum entre as mulheres, respondendo por 23% dos casos novos a cada ano. Dados do Inca apontam que sobrevida em cinco anos, estimada nos pases desenvolvidos, de 85%, enquanto nos subdesenvolvidos permanece entre 50-60%. Diferenas de sobrevida podem ser explicadas pelos estgios mais avanados ao diagnstico nos pases em desenvolvimento e tambm por outros fatores, como a falta de acesso aos servios de sade, o atraso na investigao de leses mamrias suspeitas e na realizao do tratamento.
 

31/8/2017
Como um exame de sangue que detecta o cncer vai mudar nossa vida
Todo ano, 14 milhes de pessoas so diagnosticadas com cncer no mundo. E este nmero tende a aumentar proporcionalmente com o crescimento da expectativa de vida. Infelizmente, a maioria destes novos diagnsticos se refere a tumores que j so invasivos, ou seja, formas mais avanadas de cncer, e que provavelmente vo exigir combinao de tratamentos cirrgicos, radioterpicos e a temida quimioterapia. No resta a menor dvida que a medicina j mostrou o quanto progrediu no tratamento do cncer nas ltimas dcadas. A taxa de cura, mesmo de tumores muito avanados, melhorou significativamente. Nos casos em que a cura ainda uma meta inatingvel, o tempo de sobrevida dos pacientes aumentou de forma importante, com ganho de qualidade de vida.
 

9/6/2017
Cncer, uma doena gentica
Com o envelhecimento da populao mundial, o cncer se tornou a principal causa de morte. Diferentes fatores podem levar ao cncer, mas todos tem algo em comum: alteram o material gentico das clulas desregulando os mecanismos de diviso e morte celular. Estes fatores podem ser hereditrios ou no, e entre estes ltimos podemos incluir os fatores ambientais e os erros na diviso do DNA das clulas. Fonte: veja.com/BLOG Letra de Mdico
 

7/4/2017
Distrbios no Padro do Sono e Fadiga em Pacientes Submetidos Cirurgia Oncolgica Gastrointestinal
GUILHERME ABNER SOUSA ALMEIDA* Dissertao apresentada ao Programa de Ps-Graduao Strito Sensu em Ateno Sade da Universidade Federal do Tringulo Mineiro, como requisito parcial para obteno do ttulo de mestre. Resumo: Desde os primrdios, o diagnstico de cncer recebido com sentimento de medo, angstia e desespero, envolvendo o seio familiar e social e gerando estigmas e preconceito social (BRASIL, 2011; NUCCI, 2003)... ...Apesar dos progressos alcanados na preveno e no tratamento do cncer que tm alcanado nveis multidisciplinares de discusso, o aumento da sobrevida e, sobretudo, da qualidade de vida, as dvidas quanto origem, a evoluo e o grau de mortalidade associado carga cultural em torno da doena tm gerado uma grande descrena na eficcia do tratamento e no estigma de morte (BRASIL, 2011)... Linha de pesquisa: Ateno sade das populaes. Eixo Temtico: Sade do adulto e do idoso. Orientadora: Profa. Dra. Elizabeth Barichello. *Enfermeiro do Hospital Dr. Hlio Angotti.
 

2/5/2016
A utilizao da Laparoscopia no tratamento da Prstata, no Hospital Dr. Hlio Angotti
O cncer de prstata a neoplasia visceral maligna mais diagnosticada nos homens. a sexta maior causa de morte por cncer entre os homens no mundo, com cerca de 900 mil novos casos diagnosticados e 260 mil mortes. A taxa de mortalidade bruta por cncer vem apresentando um ritmo de crescimento acentuado no Brasil. Os fatores de risco mais conhecidos para este tipo de cncer so a idade avanada, grupo tnico e histrico familiar. A Laparoscopia um procedimento ultramoderno e que vem apresentando timos resultados no Hospital Dr. Hlio Angotti, informa o mdico uro-oncologista Marcelo Bianco.
 

2/12/2014
Atuao do farmacutico no manejo de reaes adversas
O primeiro passo para que o farmacutico ampliasse seu espao na Oncologia foi a publicao da Resoluo 288/96 do CFF que dispe sobre a competncia legal para o exerccio da manipulao de drogas antineoplsicas pelo farmacutico. Em 21 de setembro de 2004, a Resoluo 220/04 da Agncia Nacional de Vigilncia Sanitria (Anvisa), regulamentou o funcionamento dos servios de terapia antineoplsica e instituiu a equipe multiprofissional em terapia antineoplsica (EMTA), com a funo de atuar de forma conjunta para melhorar a qualidade de vida do paciente e a capacidade de enfrentamento do processo, tornando o tratamento mais aceitvel.
 

19/9/2014
Medicina Nuclear: fontes abertas de radionucldeos
A Medicina Nuclear uma especialidade mdica que utiliza mtodos seguros, praticamente indolores, no invasivos e de relativo baixo custo para fornecer informaes que outros exames diagnsticos no conseguiriam, atravs do emprego de fontes abertas de radionucldeos. Habitualmente os materiais radioativos so administrados in vivo, por via venosa, oral, inalatria ou subcutnea, e apresentam distribuio para rgos ou tipos celulares especficos, no havendo risco de reaes alrgicas. Nas aplicaes diagnsticas, a distribuio do radiofrmaco no corpo do paciente conhecida a partir de imagens bidimensionais (planares) ou tomogrficas (SPECT), geradas em um equipamento denominado cmara cintilogrfica/foto.
 

1/12/2012
Cartilha Direitos Sociais da Pessoa com Cncer (INCA)
2006 Instituto Nacional de Cncer Jos Alencar Gomes da Silva / Ministrio da Sade Todos os direitos reservados. permitida a reproduo total ou parcial desta obra, desde que citada a fonte, que no seja para nenhum fim comercial e que haja autorizao prvia, por escrito, do INCA. Distribuio gratuita. Tiragem: 10.000 exemplares - 3 edio - 2012 Criao, Informao e Distribuio
 

22/6/2012
O Planejamento Estratgico e suas Interconexes
O propsito deste ensaio do colaborador do Hospital Dr. Helio Angotti, Heitor tila Fernandes, jogar luz em uma das mais conhecidas ferramentas de gesto, o Planejamento Estratgico. H no mercado e no meio acadmico o uso diversificado de significados para este mtodo. No momento em que vrias organizaes - e o prprio HHA - buscam formatar seus Planos Estratgicos, este ensaio pode contribuir para uma maior clareza das aes.
 

22/12/2011
A importncia estratgica do Hospital Dr. Hlio Angotti para o Brasil
A cada ano meio milho de brasileiros acometido de cncer e, infelizmente, as projees indicam aumento deste ndice milnio adentro. Os avanos na medicina visando cura tem sido grandes, mas insuficientes para salvar todas as vidas que necessitam ser salvas. O aprendizado sobre os tratamentos levaram pases como Rssia e Estados Unidos a investirem em centros especializados onde, comprovadamente, a cura tem sido maior.
 

1/12/2011
Cartilha dos Direitos do Paciente Oncolgico (SBOC)
A Sociedade Brasileira de Oncologia Clnica SBOC, na direo de suas aes de comprometimento comamelhor prtica oncolgica no pas, apresenta a verso de sua Cartilha de Direitos do PacienteOncolgico, por entender que amelhor prtica profissional s se d na dimenso da interao cincia exerccio profissional comautonomia paciente informado.
 

22/9/2011
Intervenes de Enfermagem no Controle do Tabagismo: uma Reviso Integrativa
O tabagismo considerado um grave problema de Sade Pblica e o enfermeiro um profissional importante no desenvolvimento de estratgias relacionadas ao controle dessa doena. Objetivo: Identificar as intervenes de enfermagem relacionadas ao controle do tabagismo. Mtodo: Trata-se de uma reviso integrativa. Realizou-se a busca de artigos e resumos publicados no perodo de 2000 a 2010, nas bases de dados LILACS e MEDLINE , por meio dos seguintes descritores: enfermagem/tabagismo, tobacco/nursing; e artigos publicados na CINAHL, no perodo de 2008 a 2010, atravs dos descritores tobacco/nursing/intervention.
 

6/7/2011
Caracterizao do Perfil da Clientela do Setor de Terapia Ocupacional na Oncologia Peditrica
Com a crescente abrangncia das aes de assistncia ao paciente oncolgico no sentido da reabilitao, habilitao e melhora na qualidade de vida, alm do enfoque no diagnstico e tratamento, houve a insero de outros profissionais nesta rea. Objetivo: Esta pesquisa teve com o objetivo caracterizar o perfil das crianas e adolescentes com cncer atendidos pela terapia ocupacional. Mtodo: Foram analisados os 34 pronturios de indivduos atendidos no ano de 2007. Os dados coletados foram anotados em uma ficha, na qual constavam: dados referentes identificao do indivduo, dados clnicos relativos doena oncolgica e dados relativos avaliao e tratamento de terapia ocupacional. O mtodo estatstico utilizado foi a anlise descritiva. Concluso: Na avaliao e tratamento constatou-se a ateno s atividades bsicas e instrumentais de vida diria e ao desenvolvimento fsico, sensorial e cognitivo.
 

5/4/2011
O Impacto do Uso de Glutamina em Pacientes com Tumores de Cabea e Pescoo em Tratamento Radioterpico e Quimioterpico
Resumo Introduo: Pacientes com neoplasias de cabea e pescoo apresentam-se frequentemente desnutridos ou em risco nutricional devido aos frequentes sintomas como: disfagia, odinofagia, xerostomia. Objetivo: Este estudo teve como objetivo verificar o impacto do uso do aminocido glutamina em pacientes apresentando neoplasia de cabea e pescoo e em tratamento quimioterpico e radioterpico concomitante. Mtodo: A pesquisa foi de carter quantitativo, transversal, descritivo e exploratrio. Os dados foram coletados a partir de avaliao nutricional e de consulta aos pronturios dos pacientes. Os pacientes foram divididos em grupo controle (sem usar glutamina) e grupo teste (que fizeram uso de glutamina). Participaram da pesquisa 16 pacientes, sendo 13 do sexo masculino e trs do sexo feminino.
 

24/1/2011
Capacidade Funcional e Qualidade de Vida em Mulheres Ps-Mastectomizadas
O objetivo deste estudo foi avaliar a funcionalidade do membro superior, a Qualidade de Vida e as atividades de vida diaria de mulheres submetidas a mastectomia. Foram avaliadas 20 mulheres, voluntarias, submetidas a mastectomia. A avaliacao consistiu de anamnese, avaliacao funcional, que englobou a amplitude de movimento (goniometria), forca muscular (avaliacao manual) e aplicacao dos questionarios Study's Short Form-36 e Frenchay Activities Index. Em conclusao, houve diminuicao da amplitude de movimento e da forca muscular nos movimentos de rotacao lateral, flexao e abducao do ombro que, associada a queixa de dor no ombro, pode ter promovido um impacto negativo na Qualidade de Vida, mas que no esta relacionada a diminuicao de atividades pesadas avaliadas pelo Frenchay Activities Index.
 

25/11/2010
Avaliao do Conhecimento da Equipe de Enfermagem sobre Riscos Ocupacionais na Administrao de Quimioterpicos
O presente estudo teve como objetivo avaliar o conhecimento da equipe de enfermagem sobre os riscos ocupacionais durante a administrao de quimioterpicos. Trata-se de estudo quantitativo com delineamento transversal, tendo sido utilizado um questionrio com perguntas objetivas. A amostra foi composta por 27 profissionais que integram a equipe de enfermagem da Clnica Mdica de um Hospital Pblico de Braslia (DF), no perodo de Agosto a Setembro de 2009. Observou-se que os profissionais de enfermagem entrevistados possuem conhecimentos apenas parciais sobre os riscos a que esto expostos durante a administrao e descarte de quimioterpicos. Palavras-chave: Quimioterapia; Riscos Ocupacionais; Medio de Risco; Enfermagem.
 

5/10/2010
Perfil Antropomtrico e Conhecimento Nutricional de Mulheres Sobreviventes de Cncer de Mama
A importncia da dieta no controle do cncer de mama bastante reconhecida. O objetivo deste estudo foi verificar a prevalncia de sobrepeso e obesidade e o conhecimento nutricional das mulheres sobreviventes de cncer de mama. A amostra foi composta por 175 mulheres sobreviventes de cncer de mama em acompanhamento em dois hospitais pblicos federais do Rio Grande do Sul, 105 da capital e 70 do interior. Autores: Bibiana de Almeida Rubin, Airton Tetelbom Stein, Alice de Medeiros Zelmanowicz, Daniela Dornelles Rosa.
 

26/7/2010
Anlise de Iluminao em Salas de Quimioterapia
Proposta: Analisar a iluminao das salas de quimioterapia do Hospital Hlio Angotti, na cidade de Uberaba. As salas de quimioterapia so setores dentro dos hospitais direcionados a pacientes para tratamento de cncer. Mtodo de pesquisa/Abordagens: Avaliao das tipologias hospitalares e sua populao usuria. Estudo das normas hospitalares, referendadas pela RDC 50, da ANVISA, juntamente com as Normas Brasileiras e Normas do Ministrio de Trabalho. Resultados: Observou-se que a iluminao no sofre referncias qualitativas, nem descries setorizadas, principalmente quando o elemento a iluminao natural. Cientistas esto desenvolvendo estudos que comprovam o valor da iluminao natural em ambientes de sade, melhorando a qualidade no tratamento dos pacientes. A alterao afeta positivamente o tratamento fisiolgico e emocional, tanto de pacientes quanto de trabalhadores. Contribuies/Originalidade: A qualidade da iluminao natural dentro dos ambientes quimioterpicos auxilia no comportamento fisiolgico do paciente.
 

9/6/2010
Alcoolizao de Ndulo Tiroidiano em Regio Endmica
A doena nodular tiroidiana problema clnico comum, principalmente em regies com carncia de iodo. Esse estudo avaliou a eficcia da injeo percutnea de etanol (IPE) no tratamento de ndulos tiroidianos nicos, mltiplos, slidos, csticos, de diferentes tamanhos com ou sem disfuno glandular, em regio endmica de bcio. Quarenta e dois pacientes com diagnstico de bcio colide ou hiperplasia nodular colide, na puno bipsia aspirativa por agulha fina (PBAAF), foram selecionados para anlise aps terem sido submetidos a pelo menos duas IPEs. Os ndulos tiroidianos eram mltiplos (slidos e ou csticos) em 52,4% dos pacientes, nicos e slidos ou mistos em 35,7% e nicos e csticos em 11,9%. Este estudo indica que a injeo percutnea de etanol (IPE), alcanando redues mdias de volume que variam de 49 a 60%, mtodo seguro, eficaz e simples para o tratamento de ndulos tiroidianos benignos. [Marcus Aurelho Lima; Tales Alvarenga Fagundes Cristiane Mendes Raffaelli; Beatriz Pires Ferreira; Elisabete Mantovani Resende; Elvi Cristina Rojas Fonseca; Maria De Ftima Borges]
 

20/5/2010
O Papel do Enfermeiro no Programa Nacional de Controle do Tabagismo
O objetivo deste estudo foi descrever aspectos gerais do Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT ), incluindo seus objetivos e diretrizes e suas estratgias e, a partir da determinao desse cenrio, buscou-se identificar os espaos de atuao do enfermeiro na elaborao, implementao e avaliao do Programa.
 

[  1 2  ]

 

 


Hospital Dr. Hélio Angotti ® 2009. Todos os direitos reservados. | Rua Governador Valadares, 640 - Uberaba/MG - Brasil | Desenvolvido por P&A Comunicação